Connect with us

Fan de Taylor Swift que morreu durante o show teve uma exaustão térmica

Fan de Taylor Swift que morreu durante o show teve uma exaustão térmica

Fan de Taylor Swift que morreu durante o show teve uma exaustão térmica, segundo laudo. A jovem de 23 anos chamada Ana Clara Benevides veio do Mato Grosso do Sul, para acompanhar o show da artista pop no Rio de Janeiro.
Laudo aponta que fã que morreu durante show de Taylor Swift teve uma exaustão  térmica causada pelo calor | Aratu On - Notícias da Bahia e dos baianos
O evento aconteceu no dia 17 de novembro, na zona norte do Rio de Janeiro, a temperatura era de 40 graus, e cerca de 60 mil pessoas estavam aglomeradas no estádio Nílton Santos, com isso a sensação térmica ultrapassou os 60 graus.

A jovem desmaiou pouco antes da artista norte-americana entrar no palco, rapidamente Ana foi levada para o Hospital Salgado Filho, porém não conseguiu resistir.

O perito Reginaldo Franklin Pereira, responsável por assinar o laudo da vítima, declarou para a CNN jovem estava exposta a um calor extremo no ambiente, provocado pela exposição indireta ao sol, uma vez que, no corpo dela, não havia sinais de manifestação na pele por exposição direta aos raios solares.

O laudo ainda aponta que aconteceu um rompimento dos vasos sanguíneos que irrigam os pulmões, e a paralisação de vários órgãos por exposição difusa ao calor extremo, todo esse conjunto gerou a morte da jovem de 23 anos.

O documento ainda aponta que a jovem não consumiu bebidas alcoílicas e também não utilizou de nenhuma substância ilícita.
Testemunhas presentes no show afirmam que não foi permitido entrar com água no evento, e também não houve oferecimento de pontos gratuitos de hidratação.

Em nota a T4F, empresa que organizou o evento declarou: “A empresa reitera, como tem feito desde o ocorrido, que lamenta profundamente a perda de Ana Clara. Ela foi prontamente atendida por socorristas e encaminhada em ambulância UTI, acompanhada por médicos até o hospital para que pudesse receber atendimento. A empresa segue prestando todas as informações solicitadas pelos órgãos públicos e colabora com as autoridades na investigação em curso. Em mais de 40 anos de atuação, a empresa nunca havia registrado um episódio trágico como o ocorrido no Engenhão, decorrente de fator climático”.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Brasil

Title

To Top