Connect with us

Equador segue em guerra contra o tráfico de drogas, após líderes de facção criminosa fugirem da prisão

Equador segue em guerra contra o tráfico de drogas, após líderes de facção criminosa fugirem da prisão

Os conflitos no Equador explodiram quando Adolfo Macías, conhecido como “Fito”, um dos líderes do grupo Los Choneros, fugiu de uma prisão em Guayaquil. A onde de violência já chegou a vitimar 10 pessoas, e 7 policias sequestrados.
Equador: quem é 'Fito', líder de facção que levou país a declarar estado de  emergência após fugir da prisão - BBC News Brasil
Daniel Noboa, presidente do Equador declarou estado de conflito armado interno, por meio de decreto. O país também está sob toque de recolher das 23:00 até as 05:00 no horário local.

O chefe de Estado ainda classificou os traficantes como terroristas e falou em leis mais rígidas para criminosos: “É possível combater o crime, ter um sistema de justiça que responda com penas mais duras e firmes e, acima de tudo, criar novos empregos para o Equador. Todos devemos contribuir para fazer o país avançar”, argumentou o presidente.

Ontem (9) o conflito chegou em um dos seus momentos mais dramáticos, um grupo de 13 homens armados invadiu a TV TC Televisión, em Guayaquil, nesse episódio os jornalistas foram obrigados a deitar no chão e vídeos dos tensos momentos circulam nas redes sócias. Hoje (10) foi divulgado pela polícia que os homens responsáveis invasão foram presos.

A polícia equatoriana ainda disse em nota: “Nossas unidades especializadas estão ativas com o objetivo de localizar nossos colegas e prosseguir com a captura dos criminosos”, disse a polícia. “Esses atos não permanecerão impunes.”

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Mundo

Title

To Top