Connect with us

Referendo na Venezuela aprova anexação de território na Guiana e as tensões aumentam

Referendo na Venezuela aprova anexação de território na Guiana e as tensões aumentam

A Venezuela do ditador Nicolás Maduro consultou a população para saber se o povo aprovava a anexação do território de Essequibo que representa 75% da Guiana. O resultado do referendo foi positivo para a tomada da região, e as tensões aumentam entre as duas nações que fazem fronteira com o Brasil.

A aprovação popular para a criação de um novo Estado já era esperado porém a consulta não tem efeito vinculante, ou seja, não obriga que a Venezuela execute a anexação.

É importante destacar que o território de interesse de Nicolás Maduro é rico em petróleo, e representa a maior parte do território da Guiana, que declarou que não vai ceder “uma palha de grama” à Venezuela.

Para justificar a anexação do território, Maduro alega que a região faz parte da Venezuela desde a independência da Espanha, há 200 anos; a Guiana, por sua vez, defende que Essequibo foi colocada sob domínio da então Guiana Britânica no final do século XIX
Venezuelanos aprovam anexação da Guiana
Em meio ao aumento de tensões o exército brasileiro enviou 20 tanques de guerra para Roraima, Estado brasileiro que faz fronteira com as duas nações. Além dos equipamentos bélicos, o setor de inteligência da Polícia Federal acompanha a situação na fronteira e passa relatórios para esclarecer possíveis futuras decisões do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Mundo

Title

To Top