Connect with us

Movimentos de esquerda se organizam para fazer protestos na Argentina contra Milei

Movimentos de esquerda se organizam para fazer protestos na Argentina contra Milei

Movimentos de esquerda planejam fazer protestos nessa quarta-feira (20) na Argentina, contra o governo de Javier Milei, que tomou posse no dia 10 de dezembro.
Argentinos se organizam para ocupar ruas de Buenos Aires apesar de ameaças  do governo Milei - Notícias - R7 Internacional
A manifestação está marcada para as 10:00 horas do horário local, e o seu principal ato deve ser uma caminhada da região do prédio do Congresso até a Praça de Maio, deve acontecer por volta de 16h.

Vale destacar que Javier Milei baixou um decreto no dia 14 de dezembro (4 dias após tomar posse), que proibia manifestantes de fechar ruas e fazerem piquetes.

O ato de fazer piquetes como protesto tem se tornado comum na Argentina, só no mês de novembro houve cerca de 568 piquetes em toda a Argentina, segundo o diário Clarín.

Um dos principais nomes do grupo Polo Trabalhador, Eduardo Belliboni, declarou que os protestos serão grandes, e vão reunir diversos trabalhadores: “Os anúncios da ministra Pettovello seguem o mesmo caminho dos de Milei e das recentes ameaças de Patricia Bullrich, quando anunciou o protocolo de segurança: são um caminho de ataque, de ameaça aos trabalhadores desocupados, aqueles que recebem benefícios de programas sociais”, diz ele.

Os protestos devem ser centralizados na cidade de Buenos Aires que é governada por Axel Kicillof, um kirchnerista, que já afirmou que não vai seguir o novo protocolo para manifestações.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Mundo

Title

To Top