Connect with us

Casos de dengue aumentam quase 5 vezes em relação ao mesmo período do ano passado

Casos de dengue aumentam quase 5 vezes em relação ao mesmo período do ano passado

Nas primeiras semanas de 2024 o Brasil registrou mais de 217 mil casos de dengue, esse número e quase 5 vezes maior se comparado com o mesmo período do ano passado (2023).
Com surto em alta, Brasil chega em 4 meses ao mesmo patamar de casos de  dengue de todo o ano passado | Saúde | G1
Para o Ministério da Saúde o aumento da doença se atribuí a combinação do excesso de calor com as fortes chuvas, o que gera foco de proliferação de mosquitos aedes aegypti, responsável por transmitir a doença.

Stefan Cunha Ujvari, infectologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, disse em entrevista que a epidemia de dengue não é uma surpresa: “A gente estava esperando a qualquer momento o aparecimento dessa epidemia. E, logicamente, a epidemia depende de vários fatores, como o aumento de temperatura, que favorece a proliferação do mosquito, um período de chuvas intensas, que aparece principalmente nos períodos de El Niño e, por isso, a gente pode ter nossas epidemias de dengue. A gente já tem os quatro tipos do vírus da dengue circulando no Brasil”. Disse.

É valido destacar que em dezembro do ano passado o Ministério da Saúde início a vacinação contra a dengue, porém a imunização está ocorrendo de maneira lenta, Com poucas doses disponíveis, o governo definiu um público-alvo para ser vacinado: adolescentes de 10 a 14 anos, pois é a faixa etária que mais sofre internações causadas pela dengue.

Para evitar a dengue é bom não deixar água parada o mosquito pode usar como criadouros grandes espaços, como caixas d’água e piscinas abertas, até pequenos objetos, como tampas de garrafa e vasos de planta.

Caso apresente sintomas procure algum serviço de saúde para o diagnostico e o início do tratamento adequado.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Saúde

Title

To Top